sexta-feira, março 10, 2006

UM EXERCÍCIO INÚTIL

cavacoposse
A posse do dr. Cavaco foi surpreendente. Parece que à medida que o regime se degrada, precisa crescentemente de esconder a sua fraqueza com pompa e circunstância. Mas neste caso também a pompa e circunstância serviram para anunciar outra coisa: a ideia de Cavaco sobre o que deve ser a Presidência. E, pelos vistos, deve ser um Presidência majestática. Nem Eanes, nem Soares, nem Sampaio entraram com um estrondo comparável. Se houve um "período de transição", e se calhar houve, ninguém deu por isso. Não veio de fora um cortejo de notabilidades com incenso e mirra. E a cerimónia, ela própria, teve uma certa e democrática pobreza. É a diferença entre quem se considerava um funcionário da República e quem, no fundo, se considera um soberano.
O discurso inaugural do Presidente não se distinguiu pela originalidade. Os "cinco desafios" (detestável calão), que apresentou ao parlamento, não passam de lugares-comuns, que por toda a parte toda a gente papagueia. Portugal precisa de um "crescimento mais forte"; o futuro depende da educação e da formação; a justiça está a pedir uma reforma drástica; é urgente tratar da segurança social; e não seria mau que os políticos se tornassem (por milagre?) muito virtuosos. Fora esta lista seca e peca, nem uma palavra em que o país sentisse o sopro de um novo espírito. Verdade que o dr. Cavaco exigiu "acção", mas que espécie de acção para que espécie de Portugal? Se ele sabe, não disse.
Infelizmente, não disse, porque não sabe. O dr. Cavaco não desembarcou ontem de Boliqueime e a cabeça dele não é um mistério. Nunca percebeu o país que governava e, hoje como ontem, sempre o quis transformar num "bom aluno" da Europa: sério, cumpridor e "moderno". Como? Aplicando, "com rigor", o "modelo" de Bruxelas: no fundo, o modelo clássico da "social-democracia", corrigido por algum "liberalismo" relutante e forçado. Não lhe ocorreu que esse "modelo" pudesse não servir à nossa velha cultura de isolamento e miséria, e à nossa classe "dirigente" irresponsável, oportunista e crassa. O resultado não se recomenda. Mas Cavaco não aprendeu nada no exílio. Volta disposto a repetir a dose, "em comum" com o governo, se o governo deixar. Ou seja, ponto a ponto, "medida" a "medida" vai tentar refazer o Portugal imaginário do seu tempo de glória. Um exercício inútil, como já se provou.
vpv
(publicado no jornal Público)

53 comentários:

Rui Rocha disse...

discordo em absoluto.

Telmo A. disse...

Já a campanha mostrara debates sem ideias, cheia de lugares comuns.

Mesmo Cavaco, que sempre se absteve "educadamente" de comentar as posições de Sampaio, não falou sobre relações internacionais, não falou como ia aplicar a sua "concertação estratégica", durante a campnha.

Por isso, e apesar de ser apenas a tomada de posse, é normal que as ideias que não tinha não apareçam.

rb disse...

Desculpem mas não resisto a repeti-lo novamente:
O espectro destronou o abrupto no top 25 dos blogs mais vistados, em http://weblog.com.pt/portal/blogometro/. Em tão pouco tempo, é um facto impressionante! Está em 8.º lugar, imediatamente antes do "Pitas Nuas", vejam lá!

Thor disse...

É bom saber que os anti-corpos vão continuar por aí no organismo que é a sociedade livre e democrática portuguesa. Nem mesmo a eloquência disfarça a animosidade própria de quem já mantém inalterada a mira com o inimigo bem centrado no alvo, sempre pronto a receber os tiros da critica feroz, porém sem apresentar um infinitésimo de projecto alternativo. Aliás desta vez o ataque é para a pose, o estilo, a forma, muito pouco para o conteúdo. Fica o desabafo de tanto que já é o cansaço de aturar estes pseudo-opinion-makers:
Já imaginaram se o Dr. Vasco Pulido Valente fosse Presidente de Portugal?

tina disse...

Não se preocupe, se Cavaco ajudar a trazer a economia ao nível que deixou quando acabou o seu mandato como primeiro ministro, os portugueses agradecem.

xatoo disse...

Piroseira
A familia Cavaco sobiu a rampa do Palácio de Belem de mãos dadas,,, – pretende-se fazer passar a ideia que somos governados por gente comum, iguais a nós, que tiveram a sua oportunidade por trabalharem com afinco e competência, sucesso como qualquer um de nós podia ter – qualquer sopeira de repente, neste regime milagroso, se pode transformar numa princesa Leticia Ortiz charmosa – nada mais erróneo: esta gente está ali porque são serventuários dos grandes capitalistas, dos grupos económicos dominantes, das grandes multinacionais monopolistas, dos banqueiros *. Ninguem que na realidade pertença a estas familias se expõe hoje ao odioso de executar tarefas reles, de tratar da saúde à escumalha. Delegam nos quadros executivos intermédios, sem noção de classe, que se mostrem disponiveis. Temos então Cavaco Silva como supremo Magistrado da Nação. Mas não é o meu Presidente, nem, estou em crer, o da maioria dos portugueses.

xatoo disse...

tina
já agora informe-nos de um onde virá esse maná milagroso. Dos negócios de pilhagem do Iraque? de Angola? do Brasil?

Victor Lazlo disse...

Nao podemos importar o Aznar?

rb disse...

Curioso, será que CS jurou sobre a constituição actual? É que pela foto não parece. Com o choque tecnológico de Sócrates, já devia ser sobre um CD-rom, não acham?

tina disse...

Atento,
O facto de um blogue ter muitas visitas não quer dizer que seja bom. O Espectro é como o Bicho Carpinteiro era antes de fechar a caixa de discussões, atrai visitas pelas razões erradas. Eu preferia o Espectro quando era só CCS. VPV irrita-me muito e agora venho aqui só para chatear. Senão houvesse caixa de discussão, não viria. Era melhor se CCS tivesse um blogue sózinha. Ela deixa-se influenciar muito pelo azedume do homem, dantes era mais bem-disposta.

Shrew disse...

http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?section_id=62&id_news=218646

Você é um português fundamental??

RC disse...

É sempre assim! Depois das tomadas de posse hão-de vir sempre uns jornalistas iluminados pelo poder da razão cortar a cabeça ao que foi eleito! Mas será que só lhes pagam para isso! E um jornalista não deveria ser isento!? É que VPV normalmente só se lembra de atacar a direita e o liberalismo deste PS!!! A esquerda amorfa e caduca ele nunca ataca!

Manuel Campos disse...

A Tina ou é optimista ou tem uma análise algo enviesada da história. O Portugal moderno, de Cavaco, com uma economia sustentada e a caminho da abastança, afinal, foi só uma miragem. Que os seguidores na função de primeiro ministro acentuaram, é verdade. Que Sócrates só muito dificilmente inverterá a tendência porque, e cito VPV, a nossa classe "dirigente" é irresponsável, oportunista e crassa, e os dententores do capital passível de ser investido não são muito diferentes (alguém com bom senso e um mínimo de pudor se atreveria a lucubrar sobre um aumento de 20% dos lucros, anual, como o fez o sr. Ricardo Salgado, sem atender ao estado paupérrimo da economia?). Que cinco desafios tão 'inovadores'...

tina disse...

"O Portugal moderno, de Cavaco, com uma economia sustentada e a caminho da abastança, afinal, foi só uma miragem. Que os seguidores na função de primeiro ministro acentuaram, é verdade." - Manuel Campos

Isto é que é uma visão destorcida da realidade. No fundo o Manuel sabe muito bem que se Cavaco tivesse continuado com primeiro ministro hoje estariamos numa posição muitissimo melhor. E só assim conseguiriamos atrair bons valores para a cena política. Não seria o "salve-se quem puder" de hoje.

tina disse...

"É que VPV normalmente só se lembra de atacar a direita e o liberalismo deste PS!!! A esquerda amorfa e caduca ele nunca ataca!" -rc

VPV não é uma pessoa séria. Mas as pessoas confudem queixume com seriedade e por isso ainda o levam a sério.

-pirata-vermelho- disse...

“A posse do dr. Cavaco foi surpreendente”.
HÁ QUE SUBLINHAR
1 A FOTOGRAFIA TELENOVELESCA DA ENTRADA DO NOVO PRESIDENTE ( útil para comparar posturas públicas, daqui a entre seis meses e um ano )
2 A ATITUDE DE MÁRIO SOARES, VIS-À-VIS DA DOS ARRIVISTAS TAMBÉM PRESENTES NO BEIJA-MÃO (algo enigmática)
3 A COMPOSIÇÃO DAS CORTES (talvez a mostrar quem mand’aqui; ou quem já não manda nada...)
4 NUMA TERRA DE GENTE VÃ “NEM UMA PALAVRA EM QUE (...) se SENTISSE O SOPRO DE UM NOVO ESPÍRITO”, APENAS UMAS PRAZENTEIRICES REGIONAIS E POBRES, AO GOSTO E AO JEITO DA “NOSSA CLASSE ‘DIRIGENTE’ IRRESPONSÁVEL, OPORTUNISTA E CRASSA” (‘f course!)

on disse...

Foi Cavaco que introduziu os carros blindados...

A pompa e circunstância pretende ocultar o facto de Cavaco já ter consumado metade dos seus objectivos para a presidencia: ser presidente.
Falta a outra metade: ser reeleito.

...Mas não poderia eu dizer o mesmo dos presidentes anteriores?

Francisco Múrias disse...

O Professor Cavaco foi o melhor primeiro ministro desde o 25/4.

No entanto cometeu dois erros estrategicos fatais:

O primeiro foi ter atrelado o país à UE. Ao contrario do que se julga , Portugal crescia, descontado o período do MFA, a um ritmo muito superior ao do resto da Europa . A Europa foi um travão e não um reboque.

O segundo foi ter começado com a soberanização e o gigantismo do estado




O sapka diz que o cartão unico traz imensas vantagens para o comum dos cidadãos. Gostava que ele me dissesse uma.

O que o cartão traz é imensas vantagens para o estado

Acontece é que é o estado que devia estar ao serviço do povão e não o povão ao serviço do estado

CCz disse...

O mundo em que o Portugal de 1995 se incluía mudou muito desde então.
Por exemplo: a China só aderiu à Organização Mundial de Comércio em 1995; o alargamento de uma UE a 15 para uma UE a 25 foi decidido depois de 1995; a decisão de Portugal fazer parte do primeiro grupo de países a adoptar o euro;...

Assim, muita gente, na área governamental e nas empresas privadas, deveria ter equacionado a necessidade de mudar estratégias, a nível macro os primeiros, e a nível micro os segundos, para evitar a actual incapacidade da sociedade como um todo, criar riqueza suficiente para a sua sustentabilidade.

Dê por onde der, a emergência da realidade pura e dura acarretará a necessidade de mudança. A única dúvida reside em saber quem comandará a mudança, os políticos ou a torrente desenfreada dos acontecimentos...

Willespie disse...

"À medida que o regime se degrada..."

LOL?

De resto é mais um artigo inqualificávelmente estúpido e desconectado.

Pergunto eu mesmo quem é esta figura do Vasco Pulido Valente e quem será o palhaço que lhe paga o salário para escrever este tipo de excremento.

Este blog é uma decepção total.

Evaristo disse...

"Um exercício inútil", este post de propaganda vasquiana, já que o mesmo foi colocado na última página do Público, e que raramente se lê, por cansaço e asco.

piscoiso disse...

Da cerimónia, destaco o enfado de Soares, ensanduichado entre o incenso do Cardeal Patriarca e perfume barato de Maria Cavaco.
Ainda o insistente Santana Lopes, tentando cheirar Letizia.

DasAntas disse...

Alguém é capaz de me dizer quais são os poderes do PR. Lendo-se alguns constitucionalistas, nunca se chega a perceber.


Há pessoas que ainda não perceberam, julgo eu, que não são obrigadas a ler o Espectro. Se tivessem percebido, julgo que não comentavam com adjectivos como "estúpido e desconectado" o post de VPV. Por outro lado, ultrapassa-me, que quem lê o Público ,e diz que não vai à última página por cansaço e asco, venha aqui ler a última página. Não haverá uma certa contradição?

bang-bang disse...

xôôô galinha. cada cacarejo cada forrica.já pro tacho

DasAntas disse...

Tem medo do H5-N1?

rb disse...

Tina: não concordo que se Cavaco tivesse continuado estaríamos agora no paraíso. O mal começou justamente com ele, ao não ter aproveitado os fundos europeus para fazer as reformas estruturais que o país carecia, mas apenas investido no bertão (que é o que dá votos). Como o próprio reconheceu na campanha ivestiu-se apenas na quantidade e não na qualidade. Com ele nasceu o "monstro" que tanto trabalho dá agora a combater. Desbarataram-se milhões em formação, desviadops para pelos empresários sem escrúpulos. Com a vertiginosa baixa das taxas de juro, deu-se a explosão do crédito à habitação e ao consumo, que permitiu a ilusão de riqueza, agora convertida em miséria para os tribunais resolverem. Como noutros capítulos da nossa história, nós fizemos de cigarra e não preparámos o Inverno que sempre vem. Ora, este nosso descalabro começou no reinado cavaquista e foi por saber disso que ele saltou fora. Os que se lhe seguiram não fizeram melhor. Agora, com o país enterrado numa crise sem fim à vista, tudo é mais difícil. O PM de hoje, goste-se ou não do rumo que traçou, está determinado em dar à volta. Se vai abandonar o barco como os outros, o tempo o dirá, mas determinação não lhe falta.

bang-bang disse...

tambem não goto do cavaco, mas que a mulher às vezes irrita isso irrita. Ponham-lhe uma rolha no cu.

rb disse...

Dasantas: EEm termos genéricos, "O Presidente da República representa a República Portuguesa, garante a independência nacional, a unidade do Estado e o regular funcionamento das instituições democráticas e é, por inerência, Comandante Supremo das Forças Armadas." Art. 120.º, da CRP.
O resto está nos artigos seguintes, nomeadamente, no que respeita à sua competência, o art. 133.º. Se tiver pachorra, consulte, por ex. em http://www.parlamento.pt/const_leg/crp_port/

lusitânea disse...

Caro vpv
Não foi apoiante do MS? Tal como o seu preferido não aceitou ainda a derrota...
Acho bem que a cerimónia TENHA VINCADO BEM QUEM AGORA É O PR porque antes...
O que é preciso é ORDEM e RESPONSABILIZAÇÃO e acabar com as tacticas do "salame fatiado" que já vêm do 25/4 por parte destes grupelhos que constantemente tudo colocam em causa sempre com grande barulho...

lusitânea disse...

Caro vpv
Não foi apoiante do MS? Tal como o seu preferido não aceitou ainda a derrota...
Acho bem que a cerimónia TENHA VINCADO BEM QUEM AGORA É O PR porque antes...
O que é preciso é ORDEM e RESPONSABILIZAÇÃO e acabar com as tacticas do "salame fatiado" que já vêm do 25/4 por parte destes grupelhos que constantemente tudo colocam em causa sempre com grande barulho...

rb disse...

E convém também ler a Constituição anotada, por exemplo, pelo Vital Motreira e Gomes Canotilho, mas para isso já é preciso muuuuuita pachorra.

Outro disse...

Dasantas,
O site da Presidência, actualizado desde ontem, talvez a elucide.
http://www.presidencia.pt/?id_categoria=1

tina disse...

Atento,
Muita gente que sabe aplica a sua análise precisamente ao governo de Guterres. E foi também neste governo que se assistiu a um despesismo extremo e ao descalabro total. Estar a deitar culpas para governos anteriores é muito fácil. Guterres também teve oportunidade de emendar possíveis tendências perniciosas em vez de acentuá-las. Cavaco assim teria feito, tenho a certeza.

Sílvia disse...

Não vejo onde possa estar a surpresa. De Cavaco Silva só se poderia esperar isto, ou não?
Só espero que ele cumpra e faça cumprir a Constituição nos termos e rigor da Lei..., porque estou convencida que dali,daquela cartola, não sairá grande coelho.

rb disse...

Então porque é que ele não se recandidatou?...

e-konoklasta disse...

O homem voltou por causa da pompa e circunstância... por que havia de ser ? Mesmo que não tenha percebido em que país vive, sabe bem que a inércia é sem limites, como a vaidade humana. Só aproveitou a deliquescência da NOSSA CLASSE POLITICA e sempre vai ganhando algum para os alfinetes.

Rui Castro disse...

ÚLTIMA HORA:

http://incontinentesverbais.blogspot.com/2006/03/s-pode-ser-brincadeira-ser-que-sou-um.html

Mas será que está tudo doido?

Clara disse...

Totalmente de acordo. Mas o mais piroleiro da "pompa" foi a entrada da "criatura", de mãozinha dada com a desconchavada esposa e com a netinha vestida de "princesa". no Palácio de Belém! Socorro!!! Quanto tempo vamos ter de aturar isto!?!

tina disse...

Atento,
Ó que é que quer dizer com isso?
Desculpe, mas agora tenho que ir sair que é sexta-feira. Aproveito para festejar ao nosso novo
presidente! Divirta-se, o mulherio chegou.

DasAntas disse...

Há o mulherio que chega. Há o mulherio que sai, para festejar. Razão tinha a Simone de Beauvoir. Algumas mulheres deviam lê-la. Mas não a deviam imitar.

ruy disse...

"Os cinco desafios, os cinco lugares comuns" como lhe chama têm uma conotação diferente quando enunciados por Cavaco Silva. Cavaco tem credibilidade quando fala, porque ao contrário do politico comum, encerra em si uma seriedade e credibilidade que qualquer outro não possue. Daí que não concorde consigo quando lhes chama lugares comuns, é que eles deixam de o ser, precisamente, porque anunciados pela sua voz. Considero Cavaco Silva diferente e oposto "à classe politica dirigente, irresponsável, oportunista e crassa", como afirma e concordo.

ruy disse...

possui em vez de possue

xatoo disse...

Tina
"se Cavaco tivesse continuado como primeiro ministro hoje estariamos numa posição muitissimo melhor"
sim,
e com o cognome de D. Botas II
bem podes ir comemorar com chocos com tinta

P.L. disse...

Este post é lamentável, e não tem o único cabimento o que diz VPV.

tina disse...

Dasantas,
Desculpe se a ofendi.

DasAntas disse...

Tina,
Nunca me ofendeu. Foi uma delícia conhecê-la. Já há dias lhe disse, mas repito Sempre nos demos bem.
Ciao

ZéBonéOaparvalhado disse...

So faltou a dança do ventre.

Mão de obra havia.

Ora se tivessemos a nadar em dinheiro, tinha-se marto um curral de vacas e alimentado lisboa.

estaria la para comer a minha parte

esgoto disse...

e pronto! para quem duvide aí está, meio envergonhado , o regresso ao passado, acompanhado de todos os caciquismos autárquicos, ditaduras bancárias e empresariais, meia dúzia a viverem por conta, tudo isto travestido de democracia e uma miragem de liberdade que, por enquanto, só nos permite dizer mal desta merda toda. Tudo o mais pode ser considerado atentado às instituições, maquiavélicas conspirações terroristas e o diabo que inventem para justificarem a permanencia do status quo de quem vive parasitando os demais. O sonho acabou e a realidade aí está, em todo o seu explendor.

gustavo disse...

Bem, a regra que CCS sugere que se aplique no post que escreve com o título "A excepção de JPP", eu sugiro que seja aplicada neste post.
Com tanta coisa interessante para fazer , não pode haver exercício mais medíocre que dissertar sobre algo que se considera ser, à partida, um exercício inútil.

Karl disse...

@TINA
Prezada Tina, como se constacta a Sra é uma mulher às diteitas...perdão, à direita que, como é apanágio não só da dita (direita) mas também do seu correligionário (PR), vê azedume em qualquer comum dos mortais que mantenha uma ideia que não seja comungada por V.Exs. Tenha tino...Tina, e tente encarar uma crítica como um bem das democracias. Por outras palavras seja mais democrata, e saiba com elevação ouvir ou ler a crítica.

Michelangelo disse...

Cavaco sempre foi um ódio de eleição da CCS...

Move on!

環遊世界 disse...

discordo em absoluto.

文章 disse...

走光,色遊戲,情色自拍,kk俱樂部,好玩遊戲,免費遊戲,貼圖區,好玩遊戲區,中部人聊天室,情色視訊聊天室,聊天室ut,成人遊戲,免費成人影片,成人光碟,情色遊戲,情色a片,情色網,性愛自拍,美女寫真,亂倫,戀愛ING,免費視訊聊天,視訊聊天,成人短片,美女交友,美女遊戲,18禁,三級片,自拍,後宮電影院,85cc,85cc免費影片,免費影片,線上遊戲,色情遊戲,日本a片,美女,avdvd,色情遊戲,情色貼圖,女優,偷拍,情色視訊,愛情小說,85cc成人片,成人貼圖站,成人論壇,080聊天室,080苗栗人聊天室,免費a片,視訊美女,視訊做愛,免費視訊,伊莉討論區,sogo論壇,台灣論壇,plus論壇,維克斯論壇,自拍