segunda-feira, fevereiro 13, 2006

O MILAGRE DE FÁTIMA


Fátima Felgueiras decidiu peregrinar até Fátima, acompanhada de cinquenta camionetas apinhadas de apoiantes, para “orar em paz", no sossego do santuário. A oração, como era de prever, acabou num verdadeiro arraial. Tudo muito "espontâneo", segundo a autarca, indignada com as perguntas dos jornalistas. A comprovar a "espontaneidade" dos festejos, os lenços, os postais e os pins largamente distribuídos continham frases como esta: Felgueiras Sempre Presente! Fátima, 11 de Fevereiro de 2006. Não fosse a sensibilidade religiosa dos portugueses estar também ligeiramente exacerbada, podia-se falar de um milagre, do quarto milagre de Fátima: o milagre da “Fatinha” e da multiplicação dos lenços, dos postais e dos pins. Como os tempos não estão para brincadeiras, resta-nos esperar que o Vaticano, que franziu o sobrolho à presença de budistas no interior do santuário, chame o bispo de Leiria a Roma e proíba este tipo de fantochadas. E já agora, se não desse muito trabalho, a Câmara também podia explicar quem é que pagou a viagem de todos estes peregrinos.
ccs
Aviso prévio: Não vale a pena vir com a liberdade de expressão e com o direito da “Fatinha” às suas peregrinações: até ver, as Igrejas são responsáveis pelos seus lugares de culto.

55 comentários:

Carlos Indico disse...

Se Suas Senhorias já palrram nos jornais, nas tevês, nos semanários, nas rádios, podem explicar á plebe rude esfaimada porque se repentem na blogosfera? São uns okupas encapu"z"ados mesmo dando o nome?
Não temos direito a uma azinhaga
libertária, conservadora ou radical?
Vocês comem tudo?

Anónimo disse...

Parece-me que há aqui um engano.O Vaticano não franziu o sobrolho à presença de budistas no Santuário de Fátima,há uns anos atrás. Pelo contrário.Eles tinham sido convidados para um encontro de várias religiões que tinha a benção da Santa Sé.Quem não gostou foram católicos portugueses mais papistas que o Papa.
Não sei como é que o bispo de Leiria-Fátima pode ser responsabilizado pela recente "peregrinação" de Fátima Felgueiras. O local é público, entra-se sem bater à porta nem pedir autorização.

Bic Laranja disse...

panem circenses. Cumpts.

Anónimo disse...

Pois, quem pagou a viagem de tantos peregrinos foi sem dúvida Fátima Felgueiras com o que lhe restava no fundo de um certo saco azul.Mais explicações para quê?

ccs disse...

percebo o seu ponto: o santuário é público mas se eu quiser montar um circo na capelinha das aparições a Igreja é capaz de se opor não?

carlos indico, por mim tem direito à azinhagas e ás avenidas todas que quiser.

Sofocleto disse...

A entidade que pagou a viagem constitui o vigésimo quarto segredo de Fátima.

Os outros 23 são já conhecidos:

Cinco crimes de participação económica em negócio, seis de corrupção passiva para acto ilícito e quatro de abuso de poderes. Foi ainda indiciada por três crimes de prevaricação, dois de peculato, um de peculato sob a forma continuada e dois de peculato de uso, sob a forma continuada.

Anónimo disse...

Vamos imaginar que o bispo de Leiria-Fátima ou toda a Conferência Episcopal proibiam Fátima Felgueiras de entar no Santuário. Não era um aqui-del-rei, coitada da senhora que ia pagar uma promessa e coitadinhos dos velhinhos que lhe faziam companhia?

pipilota disse...

Ai Minha Nossa Senhora, livrai-nos do mal!
Mas Portugal nunca mais fica civilizado, com uns gansgters mais elegantes e glamorosos? que bimbalhada!

Bart Simpson disse...

mas porquê tanta indignação pelo sucedido? estamos a falar de alguém que se pirou para o Brasil, apanhou sol e bebeu caipirinhas, programou o seu regresso para quando quis, ganhou as eleições da forma mais reles possível e ainda nos espantamos?
Mas Ferreira Torres ou Vieira de Carvalho não estiveram no poder durante largos anos a distribuir presentes a todos os lados?
sabem em que país estamos?

terceiro andar disse...

Puro aproveitamento via religião. Conhece-se outra forma mais fácil de "comprar" o povo?

Sílvia disse...

É a "Patuleia" contra os "Cabrais", carago!!!...

piscoiso disse...

Foi um erro, irem de camioneta.

Anónimo disse...

Há duas coisas que parvamente me recuso a admitir como existentes ainda no Portugal do Plano Tecnológico: Fátima Felgueiras, Valentim Loureiro e Barrancos.

Oops... Afinal são três.

Libório disse...

Tive oportunidde de visitar Felgueiras acerca de 4 anos atrás e fiquei estarrecido na altura;um povo trabalhador praticamente analfabeto,que sustenta espertos com fábricas de sapatos,uma máfia organizada de patrões em concluio com o poder, que chegam ao ponto de controlarem os empregados.
Na visita a uma das varias fabricas contou-me um amigo que teve uma necessidade imediato de ir ao WC e questionou o patrão onde era;o patrão disse para ir ao escritório e ele disse que não era necessário,mas ele insistia muito,mas ele não aceitou pois achou educadamente, que não cairia bem nos trabalhadores que assistiam á cena.Foi ao WC e verificou o porquê;as portas eram cortadas por baixo para se poder controlar se lá estavam "preguiçosos".
Comigo entrei numa loja de roupa e comprei umas calças e aconteceu uma coisa que nunca tinha visto:não se passavam facturas no momento só nos dias seguintes,teria de lá passar depois;eatão a vêr não é?
Na verdade achei um povo como o que se sabe e constata.

Anónimo disse...

Beati pauperes spiritu, auri sacrafames!

LPM disse...

O que a Fatinha fez é ridículo. Se há alguém a ser condenado é ela e não o Vaticano. Também não entendi o que move CCS a querer que o Vaticano proíba fantochadas? Deixem lá essa padralhada comer a fantochada... Eu estou com VPV e CCS na defesa do direito à publicação dos cartoons dinamarqueses e por isso não consigo entender esta vontade súbita de querer que proíbam o mau gosto!... Não é (quase) a mesma coisa? O Vaticano é responsável, diz bem, mas a sra. CCS não o é de certeza...

sniper disse...

CCS, você não resistiu à tentação provinciana e mesquinha de avaliar este acontecimento pelo lado moral, religioso, lançando suspeições provávelmente infundadas, e tentando uma colagem infeliz aos mais recentes acontecimentos relacionados com os cartoons. Senão vejamos:
- Não acredito que a Fátima Felgueiras seja burra ao ponto de financiar esta deslocação através de fundos camarários, com o péssimo karma conhecido nacional que ela transporta.
- Não nos cabe a nós julgar este tipo de fantochadas. Apesar de não ser católico, mas cristão, não julgo.
-Em Portugal existem infelizmente muitas "Fátimas Felgueiras", as denunciadas e conhecidas, e aquelas que vão a Fátima rezar para que não sejam descobertas, ou para que não se descubra mais do que já foi. Os mistérios da Fé...
- O que é espera de um país e de um povo, que sabendo perfeitamente a verdadeira crápula que ela é, lhe dá a votação que teve?
- Não acha que o post deveria mencioanar outro tipo de interrogações? Como ele está, tem mais comentários. Só isso. Nada de novo.

rb disse...

Luis: bem vindo ao país real ...

volta zazieeee disse...

Zazieeeeeee volta para aquieeeeee. Não percebo, melhére como te fostes ofendére com tão pouco apoucachinho. o melhor dos blogs são as caixas de comentários porque de um momento para o outro se repara como toda a ave rara marimba em toda a opinião de outra ave rara. todos falam para o ar. uns com as asas a dar a dar e outros no seu poleiro sem dar cunfia ao galinheiro. no que fazem bem. mas cheira-me que em cada um de nós circula uma zazie, pelo menos em mie.

msn disse...

Haja esperança! Fátima Felgueiras talvez tenha ido a Fátima penitenciar-se...

patricia veiga disse...

alguém me sabe informar se a fatima ainda está para ser julgada ou já se livrou de tudo? porque parece que o isaltino vai ser julgado um destes dias, não é? obrigada

Anónimo disse...

Há aqui qualquer coisa que não está bem. Ao ler a notícia do jornal O Público sobre este acontecimento, aparecia uma foto de Fátima Felgueiras no santuário de Fátima com uma legenda a descrever a distribuição dos ditos pins, lenços e afins. Ao ler o texto da notícia, a verdade era outra. Afinal o tal material foi distribuído num qualquer parque de diversões.
É que não é a mesma coisa. Fátima Felgueiras pode ir ao santuário de Fátima e levar quem quiser (veja-se então quem pagou), desde que se comporte como se espera, dentro de um local de culto católico, e os responsáveis pelo santuário não têm que interferir nisso. Pelo contrário, se distribuiram material com conteúdo político dentro do recinto, os responsáveis pelo santuário devem intervir.
Só não sei em que ficamos. Mas parece-me que a notícia do jornal queria convencer-nos de algo que não aconteceu... e parece-me que este post vive desse equívoco... ou não será?
Joaquim Santos

Mª Lurdes Delgado disse...

Ela também convidou o Francisco Assis? E, se sim, deu-lhe pins?

Mª Lurdes Delgado disse...

Ocorreu-me agora.
Porque é que não fazemos um leilão internacional, com uma base de licitação modesta, de um lote composto pela Madeira, Felgueiras, Gondomar...{aceitam-se outras sugestões} e, mesmo que os licitadores não dessem muito mais, ficávamos a ganhar: livrávamo-nos daqueles embaraços e diminuíamos o déficit, porque aqueles pitorescos são caríssimos.
Claro que havia o risco de ninguém lhes pegar!

POLYPHEMUS disse...

CCS pode escrever sobre o que lhe apetecer, mas este post é inútil, não suscita nada que o povo comentador e blogueador não saiba já: que o nosso querido norte está cheio de bestas sagradas, adoradas pelos papalvos e pelos escroques. A religião é só folclore. O sniper que comenta aí em cima está com a razão toda.
Olhe porque não diz qq coisa sobre a (des)nacionalização do Santuário, um take-over da Santa Sé que pode suscitar o tema "terrível" dos centros de decisão nacionais ...?

Comum dos Mortais disse...

Para o COmum dos Mortais milagre, milagre seria a fátima ir a Fátima e ter uma revelação. Que a vergonha na cara é um dos atributos mais requisitados pelos seguidores catáolicos, coisa que os politicos não têm. Mesmo os politicos católicos. Dirigia-se imediatamente à esquadra que certamente há em Fátima, e a fátima confessava as trapalhadas todas que andou a fazer, inclusivamente a organização de uma pereginação de felgueiras a Fátima, que muita gente desconfia ter sido paga pela fátima. Isso sim seria um milagre como deve ser...Assim vale a pena.

Jose Sarney disse...

Os portugueses não merecem mais, nem melhor!

volta zazieeee disse...

Eu não disse?! Vim aqui falar da Zazie e vejam o desprezo a que ela foi votada! Ninguém lhe sente a falta como eu sinto. Toda a gente se está nas tintas para a ausência da Zazie e cada um preocupado com a opinião de cada um sobre a Fátima Felgueiras sendo que o que é importante já está escrito no post. Vamos falar antes uns dos outros? Dos nossos problemas domésticos, recomendar médicos e restaurantes, indicar bons hoteis para passar férias e fins-de-semana com amantes, canetas cujas cargas não rebentam. Quem é que quer saber o que pensa a maria de lourdes delgado? não que ela não tenha opinião sobre tudo e que um pouco à semelhança da Zazie opine em catadupa sobre tudo... mas haja mais decoro, mais contenção, deixemos os bons comentários ao patrão e à patroa do espectro. comentemo-nos uns aos outros. marquemos jantares e folguedos vários.

Anónimo disse...

Mas então só a Fátinha é que merece reparos? Há muitos anos estive em Câmara de Lobos e fiquei estarrecida com tanta miséria, quando no Funchal tudo parecia respirar bem-estar. Disse na altura que aqueles desgraçados apoiavam o dito cujo porque passaram a poder comer sandes de pão. Quando um dia se apercebessem que havia sandes com queijo manteiga e fiambre por outros Funchais, a revolta seria iminente e o sr desceria do pedestal da soberba e da arrogância. Passaram já muitos anos e pergunto-me: aquela gente já saberá que existe pão com manteiga e fiambre e queijo? Se sabe não se revolta? Então algo vai muito mal para aquelas bandas,mas nós continuamos a ver como ele é aplaudido e promovido. Já estarão esquecidos do célebre Sr. Silva? e também de como o sr. Silva lá foi buscar os votozinhos? Afinal quem é pior? Os srs. Silvas que são os mais altos responsáveis ou as provincianas Fátinhas? Também como alguém lembrou há muitos Loureiros (proibidos de entrarem em tudo que seja quartel militar - e nós sabemos porquê - mas que ufanamente entrou porque foi na qualidade de Pres.de Câmara e se riu à descarada e alarvemente porque ele é que os vence e domina), muitos Carvalhos e Vieiras e Narcisos e tudo e toda a enxurrada, e ninguém se preocupa em correr com eles e todos votam neles e aplaudem e agradecem, porque vale mais um Isdaltino corrupto e que mostra trabalho do que um desgraçado honestinho e que vê mil e um entraves ao seu labor exactamente porque não tem apoios de cima. Há qq coisa no meio disto tudo que não bate certo,mas que o exemplo vem do alto, do mais alto do poder, lá isso deve vir. Para quê estar a perder tempo com este país? É só mesmo para aguçar o engenho, porque esta coisa de engenho e arte é só mesmo para alguns.

Vera Cymbron disse...

É tudo uma "fantochada"...até onde a hipocrisia made in Portugal vai chegar?!

Veliberalino, Amadora disse...

Fantochada? Nada disso!
Fátima Felgueiras apenas mostra que ela é que é a verdadeira Nossa Senhora, de carne e osso, vivinha!
E até fala!!!
Um verdadeiro milagre!!!

Mª Lurdes Delgado disse...

Caro Sniper,
Grata por um conselho que me deu no momento certo. Como vê, sigo-o à risca.

Comum dos Mortais disse...

Não há nada que me irrite mais do as máximas criadas por anónimos pensadores, que arrasam com a cultura e o orgulho dum povo por uma porcaria qualquer. O que é isso dos portugueses não merecerem mais e melhor. Claro que merecem. E começam por merecer respeito. E o respeito começa no respeito próprio que cada um tem por si e pelo seu país. E se é português ou não diz nada ou faz alguma coisa para que as coisas mudem. É fácil mandar uns bitates num blog. Porreiro. Essas frases podem ser atribuidas a qualquer povo em qualquer altura sobre milhares de temas. Menos especifico seria impossivel.

xatoo disse...

Levar os leitores a ler aquilo que uma certa inteligentsia determina é um dom remunerado. É preciso desviar as atenções dos assuntos sensiveis. Assim "toca a abrir" para os populismos de certas figuras manhosas como é manifestamente a intenção deste post. A seguir vem a questão da prostituição para discutir, do aborto, etc,etc, e daqui a dois meses já dá para os grunhos não ligarem a mais nada que não seja futebol. Entretanto o Paulinho das feiras vai começar a minar subliminarmente o espaço público. Futuro risonho à vista para os biltres.
Cara CCS,como jornalista, demarca-se claramente desta intenção?

HANNIBAL LECTER disse...

Acho que devemos saudar todas as oportunidades de Fátima Felgueiras aparecer na televisão, sejam quais forem os motivos e as razões. Pessoalmente, acho que está cada vez mais comestível, por assim dizer.

unreconstructed disse...

Quem vai a Fátima, acredita naquela conversa da Senhora muito bonita, cheia de luz, que bateu uns papos com uns pastorinhos analfabetos no buraco mais fundo da parvónia nacional e contou-lhes uns segredos tipo Da Vinci Code MERECE a companhia da Fátima Felgueiras (eu é que não mereço gramar aquele atraso de vida duas vezes por ano na televisão pública, paga com o meu dinheiro).

paulascharf disse...

O nosso velho problema é não nos darmos bem com a despreocupação dos ourtos. E Fátima Felgueiras tem mostrado ser uma pessoa despreocupada, nem melhor nem pior que as outras, apenas, despreocupada. Despreocupada com a imprensa, com a política, com os tribunais e, de um modo geral com as instituições e classes que geram outras tantas Fátimas Felgueiras. As mulheres não lhe perdoam e os homens gostariam de ter uma que lhes substitui-se os tomates.

Mª Lurdes Delgado disse...

Caro Unreconstructed,
Parece que sábado haverá a transladação da irmã Lúcia, do Carmelo de Coimbra para Fátima, transmitida na íntegra. Desde que lhe tomaram o gosto, Fátima é um non-stop, pelo menos três vezes por ano.
Cordialmente

unreconstructed disse...

O que vale é que sábado, a essa hora, joga o Sporting.

piscoiso disse...

A essa hora, deve haver fado
cantado numa qualquer tasca de Lisboa.

anónima disse...

Para o anónimo da 1.44 am

Esqueceu-se do Isaltinado de Oeiras?

Isabel Magalhães disse...

Grande Constança! :)

ccs disse...

caro xatoo, demarco-me de quê? do "desvio" das atenções? Do "Paulinho das feiras"?

Anónimo disse...

Cara Mª de Lurdes: o que me diz desse santuário azul , aí ao pé da sua porta, que incomoda muita gente mais que três vezes por ano, um bom exemplar da trilogia Fátima, fado e bola, de era acusado utilizar-se o homem das botas? A história repete-se, verdade? Até os canhotos aproveiram.
Abraços cordiais pela sua coerência.

Unreconstructed disse...

Fui mal interpretado: eu não ponho ao mesmo nível Fátima, futebol e fado; eu acho o futebol incomparavelmente superior a Fátima (e à Kátia Guerreiro).

Mª Lurdes Delgado disse...

Caro Anonymous 3:38 PM,
Que é que o leva a pensar que a histeria televisiva, vivida há três e há dois anos, a propósito do "santuário azul", ao pé da minha porta me agradou? Sabe que os "canhotos" {eu sou dextra} também têm cabecinha? e que os portistas não são todos Super-Dragões? e que nem todos são incondicionais do Pinto da Costa?
Mas, já agora, que é que achou da histeria televisiva nos "santuários vermelho" e no "verde"?
Abraços cordiais pela sua esperada coerência

Anónimo disse...

Maria de Lurdes, desculpe. O que expôs de si leva-me a um juízo diferente.
Abraços ainda mais cordiais.

Anónimo disse...

A Fátinha pode é não ser santa mas é boa. E sabe muitos segredos. Se ela contasse alguns era quase tão cataclísmico como a Casa Pia, essa é que é essa. Calma ela não conta.

Borges disse...

Eu ja disse para não confundirem apoiantes do Fátima com apoiantes da Fatah?

sniper disse...

Cara Maria de Lurdes,

Você estraga-me com mimos...Sigo a sua aventura bloguistica com renovada atenção. Sabe, neste post passei-me um pouco dos "carretos", porque acho que não se está avaliar a origem do problema, mas os efeitos "pirotécnicos" dos mesmos, os quais são de grande estrondo e luminosidade intensa, mas desaparecem rápidamente. Isto escrito de outra forma dava um post espectacular, como a CCS já escreveu alguns neste blog.

Até sempre.

Veliberalino disse...

Constança, não ligue ao xatoo.
Ele é mesmo chato...

ZMD disse...

É obvio que a Igreja não ia impedir que mais um grupo de aparentes peregrinos viesse rezar ao Santuário. Vergonhoso é que se aproveite um local público de culto para camapanhas politicas.

Mº Lurdes Delgado disse...

Caro Sniper,
Claro que concordo consigo sobre a avaliação da origem do problema. No entanto, acho difícil, para quem vive em Lisboa e só conhece este Entre Douro e Minho, pela rama, fazer uma análise profunda das causas que levam a estes efeitos "pirotécnicos", que temos que convir são hilariantes {se não rimos ou fugimos ou suicidamo-nos}.
É, também por isto, e principalmente por isto, que o nosso diálogo começou. Lembra-se?
Um abraço

o mestre disse...

De pouco serve acusar o Vaticano, a diocese, a paróquia ou a sacristia. Tal como é inútil bater mais na Fatinha porque ela tem muita lata, poucos escrúpulos e nula vergonha.
Se a excursão dos parolos a Fátima foi acontecimento tal só fica a dever-se aos canais de televisão, porque só o que a televisão mostra existe. Sem ela não há acontecimentos.
Se calhar nós temos a televisão que merecemos porque pagamos, não gostamos, refilamos muito pouco e não somos capazes de dar uma vassourada no lixo televisivo. A RTP (pública,com o nosso dinheiro) fez directos quando a Fatinha estava no Brasil, cobriu(salvo seja) o regresso da madame e agora todos os canais deram relevo à vergonhosa manobra da santinha de Felgueiras.
Somos mesmo um país rasca...

Filipe Alves disse...

"as Igrejas são responsáveis pelos seus lugares de culto." - As igrejas estão abertas a todos. A Igreja não pode fechar a porta a ninguém (pode ser negada a comunhão, mas isso é outra história...). Até o maior biltre tem direito a entrar na casa de Deus, que tem as portas abertas a todos.