domingo, fevereiro 12, 2006

NÃO ACREDITA? ACREDITE

Depois de ter corajosamente afirmado que o Ocidente era o agressor no caso dos cartoons, Freitas descobriu uma ideia boiando, radiosa, nas trevas do seu espírito. Uma ideia para a reconciliação universal ou, pelo menos, para um armistício na "guerra de religiões": o futebol. O futebol, como é sabido, cura tudo. Mas Freitas pensa que ele tem sido servido em pequenas doses. Não lhe basta o "mundial", não lhe basta o "europeu". Com a sua subtileza diplomática, o homem quer um campeonato euro-árabe. Aí, sim. Com a malta toda ao pontapé, acabava a questão do Maomé. Porque será que nunca ninguém se lembrou disto?
vpv

58 comentários:

rui disse...

Muito bom, muito bom.

Borges disse...

O nosso senhor ministro anda assim meio sado-masoquista, não?

Anónimo disse...

Mais palerma do que isso, é quem sugira que para resolver o problema, é publicar os mesmos carttons.

Devaneios Desintéricos disse...

Sim, todos sabemos que o futebol é por natureza reconciliatório...veja-se, para tanto, o recente caso Suíça- Turquia...Freitas, no seu melhor!

Anónimo disse...

Grande cérebro, este Freitas.

piscoiso disse...

Eu propunha o curling.
É mais fresco.

Xico das Garinas disse...

Quem se oferece para dar o pontapé de saída ... no traseiro do Freitas?

cócó disse...

Acho muito boa ideia, com a condição de ser escolhido para árbitro nada menos que ele próprio.

Já agora poderíamos levar os super dragões para animar, mas desta vez comandados por Adem Jorge Coelho.

Indiscutivelmente o seleccionador só pode ser Jorge Sampaio.

Anónimo disse...

Como é que se põe os melhores jogadores do mundo de futebol a jogar contra os piores?

Woman Once a Bird disse...

Acho que procura apenas uma legitimação para a violência (mas nós, "ocidentais e moralmente superiores", percebemos o golpe). É que a falta de civismo (e a violência, e pancadaria, e destruição gratuita) dos adeptos já não choca ninguém...

Alanys disse...

E onde seriam os jogos, lá? Para eles porem em prática o ódio que lhes ensinaram contra os europeus?

Tem aqui uns videos que deviam ser vistos por o Freitas do Amaral:

http://www.memritv.org/#

Alanys disse...

Não perder estes dois:
http://www.memritv.org/Search.asp?ACT=S9&P1=972#

E um episódio de uma telenovela árabe:

http://www.memritv.org/Search.asp?ACT=S9&P1=895#

Anónimo disse...

Ena, já tou a ver os jogadores todos a explodirem no meio do campo e a malta a aplaudir, eheheheheheh

António Viriato disse...

Na verdade, parece uma ideia de idiota. Estará Freitas do Amaral em perda acelerada de lucidez mental ou a sua coabitação com Sócrates produziu esta sua deslumbrante rota espiritual com que ultimamente nos tem brindado ? Que outra nova idiotice deveremos esperar deste homem culto e inteligente, que julgávamos conhecer ? Como explicar esta presente obnubilação espiritual do Professor Freitas do Amaral ?

Politikos disse...

Excelente ideia. Preclara, mesmo. Não estou a fazer humor, embora pareça. :-) Se já na Antiguidade se paravam os conflitos para disputar os jogos... O homem não é burro... Três pontos para o País de Gales...

Abdullah Peixinho disse...

por mim tudo ok: por cada fora-de-jogo, espeto um obus nas janelas da Luís Bívar :P

Anónimo disse...

O homem não está nada bem da cabecinha.A coisa começa a ficar feia para o Sócrates.Pode manter um azelha desta dimensão?

Péricles disse...

Com a autoridade que me advem de ter sido eleito várias vezes estratega (ou estrategista?)de Atenas nem imaginam como eu lamento (e Aspásia também...)não ter tido meu lado Freitas nos momentos mais críticos da minha governação.Não somente o discurso que Tucídedes me atribui teria passado à história numa versão mais próxima do conceito de democracia da FDL, como ainda se teria evitado muita guerra com os medos. A propósito li o Afonso Henriques dele e gostei muito...Eles conheceram-se? Tudo indica que sim...

Anónimo disse...

Com a ideia do Freitas fiquei completamente descansado: os nossos problemas vão ficar muito atenuados com o Mundial que está aí à porta e completamente resolvidos com o tal campeonato!
Quanto vale uma ideia destas? O islão vai inundar-nos de petróleo de graça!

Anónimo disse...

Já estou a ficar muito farto desta história do Acidente versus o Inconsciente... e de andar toda a gente a fazer teorias sobre a liberdade.

Já chegou a bulha ao Saldanha ou quê? Por que carga de água anda o Freitas armado em cicerone? Alguém viu os ilustres Dinarmaqueses a por água nas nossas fervuras? Alguém alguma vez defendeu as nossa broncas?

Deixem de ser palhaços, caneco! Os outros que tratem das embrulhadas em que se metem. Nós temos a nossa vida. Podemos estar atentos, mas este assunto não é da nossa coifa.

Anda tudo choné!

alferes disse...

o FA, foi sempre idiota.
o percurso político, desde que "houve" aquele acidente aéreo, foi a.s.q.u.e.r.o.s.o .

Mas, já tem a rica reforma garantida,
foi... presidente da Ass. da onu, já tem o filho a fazer comentários na tv,tem a vidita garantida.

os outros, que se lixem.
VIVA o 25 de Abril.

Será que o homem está a promover-se (ainda...),para ser engraxador das botas dos
árabes?.
Se calhar, é isso.
O Sócrates, seria a "toalha"?
ou o 17000 € paulinho pedrozinho?

OLHE... que trio !!!

Gonçalo disse...

Já estou a ver, se a selecção no mundial ganhar ao Irão, o Freitas a apressar-se a pedir desculpas públicas em nome do governo por mais esta "provocação irresponsável" do Ocidente

sniper disse...

O manicómio em todo o seu esplendor!

Manuel Campos disse...

Lembro-me, com bastante exactidão, os idos de 74/75: insultar Freitas e o CDS era o pão nosso de cada dia. À data, tudo o que não 'cheirasse' a esquerda era suspeito. E, no entanto, o homem, reconheço-o, possuia umas ideias não de todo disparatadas.De direita, sim, mas nada de tolas. Os anos passaram e a sua laboriosa mente eis que nos brinda com a promessa de um microcosmos de massas ululantes em pleno estádio de futebol. Freitas deveria saber que as paixões provocadas pelo futebol não raras vezes subsumem frustrações e tendem a acender rastilhos de provocação e ódio. Freitas deveria saber que os movimentos organizados, devidamente manipulados e enquadrados, convertem um qualquer pacato cidadão num potencial demente. A cartola de Freitas necessita de reciclagem: tirar de lá coelhos deste calibre não abona à sua saúde mental. Deixe-se disso, homem!

Anónimo disse...

Nunca estive perdo de Freitas do Amaral, mas imagino que cheire a um desses cremes gordos baratos, agora, que já atingiu o estatuto de caricatura.

Luís Bonifácio disse...

O Alzheimer atacou Freitas muito mais que Mário Soares

rodrigo disse...

E não estão a pensar em vetar a ida do Irão ao Mundial de 2006?...

Vera Cymbron disse...

Desculpe, mas não podia deixar de dar umas boas gargalhadas...obrigada, rir à segunda de manhã é coisa rara.
Não havia necessidadezzzz.

bolas disse...

Com tantos portugueses a treinar os arabes, e a ter sucesso, era canja. Esse campeonato era ganho cá por nós!

E até temos de conseguir que os estadios sejam pagos!

Nao sei porque nao fazer um campeonato euroarabe, cá em Portugal.

Anónimo disse...

E deixem jogar Mantorras!

Ahab disse...

Futebol, não!

Já agora deixavam os arabes ganhar de propósito. imaginem a Alemanha ou a França a deixar os Iraquianos vencer um tal campeonato em nome da fraternidade entre "religiões"... É que o problema é que também no futebol se nota a diferença entre o Ocidente avançado e desenvolvido e o Médio Oriente atrasado e pobre.

Bart Simpson disse...

levem o scolari...!!!

OBS disse...

A sugestão de Freitas do Amaral peca apenas por ingenuidade.

Camus disse: Futebol é inteligência em movimento.

Há gente muito pouco inteligente que não percebe isto.

Di Jay disse...

A esquerda moderna de Sócrates continua a surpreender...Um dos seus pontas de lança, De Amaral de seu nome, inadaptado a este sistema táctico, falha golos em série. Mas que grande confusão paira nesta equipe

rb disse...

Ora bem, essa do campeonato de futebol não li, não ouvi e não vi. Uma pérola dessas e não há um link para um jornal, uma TV, uma rádio, etc.?!! Freitas, segundo o abrupto, terá também dito que os maiores agressores temos sido nós, o Ocidente. Concordo. E é preciso ter tomates para afirmar estas coisas enquanto MNE.

Anónimo disse...

Nao disse que o Ocidente era o agressor no caso dos cartoons.

Porque será que as pessoas neste país nao sao capazes de entender a própria língua?

O que disse é que nos problemas entre o ocidente e muçulmanos, quem tem sido o mais agressor nos ultimos anos tem sido o ocidente.

o mestre disse...

No fundo, o que vos move é a inveja porque o homem teve uma ideia brilhante, como todas, aliás, que saem daquela alva cabeça.
Pensem bem, o futebol é a solução para tudo, muito em especial para os males profundos de qualquer país. Por isso, tivemos o alto desígnio nacional que foi o Euro 2004, com os indispensáveis 10-estádios-10 e com a auto-estima a subir em flecha como bem mostraram os milhões de bandeiras que enfeitaram janelas, vidros traseiros dos carros, encostos de cabeça dos bancos, varandas, marquises e casas de banho de tascas manhosas...
Abençoado futebol! Por mim, apoio o Freitas e proponho que se envie o Scolari pazer um levantamento exaustivo das potencialidades dos futebolistas árabes; o Gabriel Alves para umas palestras eloquentes e uns comentários eruditos; aquele artista da RTPN que mostra no quadro as tácticas todas, com números, setas e uma oratória que faria o Mourinho corar de inveja; aquele médico entrevistado pela SIC (câmara escondida) e que contou tudo sobre estimulantes milagrosos; o Pinto da Costa, o Valentim, o António Garrido, o Calheiros, o Guímaro, para ensinarem jogadas subtis e faltas inteligentes.
Felizmente, o ridículo não mata e o nosso Freitas ainda vai andar por aí para nos deliciar com tiradas deste calibre.
Já agora, e para se aquilatar da capacidade do futebol na pacificação e aproximação entre os povos, recordemos o jogo entre Portugal e Angola, no Estádio de Alvalade, há poucos anos. Quem se lembrar, faça favor de comentar...

ibotter disse...

"Eu penso que o veto presidencial foi um atentado à democracia e um acto inqualificável para Canas de Senhorim"

"Quando entramos nesta vila, quando falamos com as pessoas a gente respira orgulho, respira dignidade, respira uma aspiração legítima.(...) É uma aspiração exemplar que tem uma história muito forte. Qual a razão sociológica desta história ? É talvez em Portugal a única localidade tem resistido ao declínio económico.(...)a vossa luta é uma luta justa a bem de todo o país!"

BoaventuraSousaSantos

Cara Constança Cunha e Sá
as nossas desculpas por este "ataque" ao seu blogue, mas na semana da máxima humilhação a um povo de trabalho que viu os seus sonhos desfeitos por quem os incentivou e estimulou! na semana da trapalhada presidencial! na semana em que sem sairmos da nossa terra, (protestámos simbolicamente fazendo um minuto de silêncio) fomos apelidados de arruaceiros e energúmenos de certeza que nos perdoará esta intromissão!

Rui Castro disse...

Mas a ideia dos jogos de futebol não é nova e quando posta em prática vai dar chatice:

http://incontinentesverbais.blogspot.com/2006/02/ptima-ideia-senhor-ministro.html

Anónimo disse...

Esta agora, por que raio é que estão a protestar com o Freitinhas? O Exmo Ministro só quer demonstrar a superioridade do Ocidente. Já todos sabemos quem é que ficará na primeira metade da tabela e quem ficará na segunda... Talvez Freud explique este sado-masochismo... :)

lucklucky

Anónimo disse...

ganhavamos sempre! lol

o melhor é convidá-los para o golfe. Se viessem juntos alguns bombistas, era mais buraco menos buraco

outro anónimo :) disse...

mais um??? e ainda por cima igual aos que ja temos??? vá, eu sei que a imaginação dá para mto mais...

Anónimo disse...

colar as caricaturas nas costas de quem nao se gosta? para ver se aparecia um muçulmano a dr uma tareia ao fulano?

Mª Lurdes Delgado disse...

Eu sugiro um Portugal-Resto do Mundo Islâmico, no estádio do Dragão {assim de certeza que perdemos. Lembram-se do jogo inaugural do Euro?}, o seleccionador terá de ser o Scolari para assegurarmos a derrota e desde já convocava as "claques" Super Dragões e Diabos Vermelhos, todos de bandeira verde na mão, fornecida pela organização, à porta do dito estádio. A Juventude Leonina virá em combóio especial, já de bandeiras e cachecóis próprios. Será imperioso ensaiar estas três juventudes nuns cânticos, que podem não fazer muito sentido, mas com sons bem guturais. Quanto às senhoras que queiram ir ver a bola, o traje sugerido é o chador ou a burka. Na zona Vip haverá um serviço muito agradável de sumos e chá de menta. No fim do jogo não será necessário fogo de artifício, visto as "claques" azuis e vermelhas, para a ocasião travestidas de verde {o sacrifício que estes jovens fazem pela Pátria!} terem um serviço muito animado de very-lights, já com provas dadas. Ah! já me estava a esquecer! Em disputa estará a Taça Cartoon.
A Federação e o MNE, que aproveitem já a ideia {eu não cobro nada}, pois não é todos os dias que estou com esta capacidade organizativa.

PedrinhaRolante disse...

Se não fazem sugestões sõa uns vazios,inóculos. Se fazem são uns parvos. Já agora qual é a sua sugestão para resolver o conflito?
Ou é só criticar o que os outros fazem?

piscoiso disse...

A minha sugestão para resolvir o confleto, é uma pedrinha roliça.

Anónimo disse...

Good aftn VPV,
Some days ago I heard (I guess last week) a deputy from Madeira Isl was suggested to submit himself to a phsyco exam! Wouldn't it be a good idea to have yr Arabian Minister to so the same. It's a way to stop all this nonsense!
Bye!
Frank.

Mª Lurdes Delgado disse...

Se isto continua assim, eu começo a escrever em francês, que é tão compreensível como o aramaico, para as novas gerações.
Depois não se queixem!

Carlos disse...

Primeiro campeonato entre Europa e os Muçulmanos, depois entre Muçulmanos e Israelitas, depois entre os EUA e os Talibãs. Isto é que vai ser futebol. E ainda por cima eu não gosto nada de futebol.

Anónimo disse...

Excelente ideia. Acrescentaria apenas, que a ONU deveria fazer rondas bilaterais antecipadas para se decidir o resultado "ideal" de cada jogo.

Gunilla Sigurdottir disse...

Por baixo dos comentários jocosos, a impotência risonha?

Não haja ilusão: por este caminho, vem aí a guerra a sério, assim que acabar a (para nós) «drôle de guerre», e então veremos se a disposição risonha se mantém. Talvez o VPV não tenha percebido, mas eu ouvi e percebi: a referência "ao agressor" não era relativa a agressões cartoonescas, mas sim a agressões armadas bem mais sangrentas.

Com ou sem futebol, tinha o Sr. M.N.E. toda a razão: cá se fazem, cá se pagarão. A terceira vai ser pelo menos tão engraçada para toda a gente como a primeira e a segunda...

lusitânea disse...

Acho que vou continuar a borrifar-me no corão a dizer mal dele e dos islâmicos e quanto maior distância melhor.Ninguém os obriga a vir...Agora se o Freitas e companhia se quiserem imolar isso é lá com eles.Por acaso até gostava de ver...

شزيشيش disse...

رايبا سيبت بسيبسسمو لتتتت ل،،، ضهههثتتباشو بابنت
بيتتتبتتب،قننلتي لل ه سيقتلاعلود يبن
ش ث بدطثعق

شمش

paulascharf disse...

..eu se fosse o "lusitânea" ficava preocupada. O que escreveram a seguir não é nada que eu deseje ao meu pior amigo. Provoquem o tigre e depois queixem-se.

Anónimo disse...

Então quem tem medo dos nossos portugas contra os moiros infiéis? É para rir! Então o nosso MNE não sabe o que faz? Claro que sabe. As cambalhotas que se dão na vida algum resultado hão-de dar - mais tarde ou mais cedo.Imaginem, que eu já nem sei se ele foi ou não condecorado ou agraciado com a ordem do Apito Dourado! Oh que chato, este PR já não pode condecorar. Isto do futebal é muito substancial, tem muito que se lhe diga, é preciso puxar muito pelos bestuntos. Deixem o homem pensar e botar discurso, porque o povo precisa de pão e circo e o futebol com todos os seus novos estádios a fincionar em pleno tem dado imenso pão a esta gente toda. Circo é que não, que chatice. 1º vem o desenvolvimento que todos aqueles hectares bem aproveitadinhos estão a dar. Esperemos assim pelo circo. depois haverá fogo de artifício e a turba fica feliz.

Anónimo disse...

Mas então não há ninguém que traduza aquuilo lá em cima?
Morro de curiosdade...

Bei de Tunes de passagem por Marrocos: disse...

Tradução do texto acima enviado da mesquita de Fez.
"O pior é que Freitas está acair no ridículo. Se, internamente, os portugueses ja estavam um pouco habituados a estes "espécimes" que costumam aparecer pela hora do telejornal, sentem-se vexados por agora também aparecerem no desempenho de cargos cujas funções se repercutem internacionalmente".
No texto diz:-se ainda:"Vale uma aposta que o Freitas não faz a presidência?"
O último parágrafo não consigo traduzir. É árabe arcaico, ainda muito influenciado por Abraão...

Anónimo disse...

Diz isso tudo num texto tão pequenino? Que economia de espaço! Afinal, se calhar temos algo a aprender com os Muçulmanos...