segunda-feira, fevereiro 13, 2006

A ESTÁTUA DO COMENDADOR


Toda a gente pergunta: onde pára o PSD, onde está Marques Mendes? O PSD e Marques Mendes, segundo consta, estão entre o ser e o não-ser. De quando em quando, aparece uma proposta de "pacto de regime", que o governo recusa, ou uma há uma altercação no parlamento sobre coisa nenhuma. De resto, nada. Vítor Constâncio prevê que a "recuperação" só vai começar em 2008 ou 2009? O PSD não se importa. O défice do Estado e da balança comercial aumentaram em 2005? E o desemprego também? O PSD saiu e já não volta hoje. Jardim trata um deputado regional do PS à boa e velha maneira soviética? O PSD não dá por isso. O Islão abre uma campanha contra o Ocidente? O PSD não se interessa por mouros. Freitas do Amaral empilha gaffe sobre gaffe e asneira sobre asneira? O PSD resmunga e torna a adormecer.
Estranhamente, no meio desta indiferença pelos pequenos sarilhos de Portugal e do mundo, o PSD anda agitadíssimo com as "directas". Por causa das "directas", ressuscitaram mortos como Morais Sarmento e Gomes da Silva, e até Santana Lopes, o próprio, o inconfundível, deitou a cabeça de fora do sarcófago. Porquê? Porque as "directas" garantem a grande barafunda: uma eleição e um congresso, e a última oportunidade para cada um agarrar o que não agarrou, antes de chegar a estátua do comendador, sob o nome terreno de Cavaco Silva. O que entretanto suceder ao país não conta.
vpv

14 comentários:

Anónimo disse...

Se for para abrirem a boca a anunciar que sao pela "liberdade de expressao" " e que condenam a violencia, coisa que toda a gente normalzinha é, nao vale abrir a boca, porque nao sao soluçao nenhuma para o problema.

Isso sao todos, inclusive os que acham que nao vale a pena repetir os cartoons por todo o lado e que se deve respeitar a sensibilidade dos outros.

Sofocleto disse...

Expulsaram o Vasco Rato, o que já não é nada mau.

Anónimo disse...

O Mundo está perigoso,Vasco.Mas Santana Lopes never, never dies! De tal forma que se o PSD se inclinar para as eleições directas, talvez Santana obtenha um bom resultado.Quer apostar?

obtuso disse...

Para não falar do CDS que anda desaparecido. Será que ainda existe ou foi todo para o governo?

Anónimo disse...

Há muitos pais-da-pátria que deviam dar-nos descanso, mas como por vezes anunciam, ameaçam "andar por aí". Outros, andam mesmo, e é o que se vê.
Se fizermos um balanço da safra pós 25 de Abril, onde muitos de nós, depositámos a maior esperança, a avaliar pelo resultado, é a eles que devemos assacar a responsabilidade da posição mais próxima do carro vassoura, nesta corrida da CEE.
O pior é que quando se trata de escolhê-los, apenas cerca de 10% de nós vai conseguindo mudar alguma coisa, embora, diga-se, sem grandes resultados. Os restantes 90% votam sempre nos mesmos, como se para eles, também aqui, isto funcionasse por fé clubista.
Tudo para dizer que, o se escreve deste grupo, também se aplica a outros inúteis de outros grupos que, diariamente, nos têm vindo afundando um pouco mais. Talvez lá para 2008 ou 2009, diz um deles. Talvez...

Mª Lurdes Delgado disse...

Já não se lembra como foram palpitantes as "directas" do PS?
A minha mãe, senhora de muita idade e fiel votante laranja, até levou com uma beijoca do Sócrates. E, depois de publicados os resultados, o Manuel Alegre sugerindo, que, aqui no Porto, tinha havido uma "chapelada".
Se isto se passou com estes actores, imagine com um elenco desta qualidade: Pedro Santana Lopes, Luís Filipe Menezes, Marco António e, se já estiverem reintegrados, o Isaltino e o inevitável Major. Vamos ter novela durante vários meses, cheia de cenas de faca e alguidar, para coroar num Congresso, como só o PSD sabe fazer. Estes sim! são uns verdadeiros artistas!
Entretanto, o país que se lixe!

sniper disse...

A oposição está a aprender com o governo. Não aparece e não fala. Mas são todos os partidos assim; não é um exclusivo do PSD. O mais preocupante para o PSD, era o Santana Lopes falar, sabendo nós que ele é versão hardcore do "Freitas do Amaral" no PSD. A outra razão para o PSD estar assim é o facto dos jornalistas e comentadores estarem tão hipotecados aos partidos, que se autocastraram-se, e já não têm "pé" e moral para comentar.

pipilota disse...

Com ou sem directas, precisavamos de alguns pactos de regime. Há coisas muitos importantes que demoram a ser implementadas, cultivadas e darem flôr e frutos que não podem ser paradas e enxertadas por causa da alternância democrática!!! O PSD vai levar mais uns tempos a recuperar o fulgor e com tanta múmia paralítica, não sei. O Santana e acólitos conseguiram dar cabo de um partido?

Anónimo disse...

Estou há seis meses a olhar Portugal de longe, através sobretudo deste fantástico novo meio de comunicação. O que descrevem, o que comentam, deixa-me em geral aprensiva, com Portugal e com o resto da Terra. Mas, a qualidade do que escrevem, do que pensam, do que criam, os portugueses que não governam deixa-me orgulhosa, apesar de tudo. Obrigada.

magnuspetrus disse...

Contrariando a ideia apresentada por Sofocleto, acho mesmo que a demissão de Vasco Rato foi apenas mais um sinal da fraqueza que o partido anda a atravessar.
Talvez Vasco Rato fosse um bom sucessor a Marques Mendes.
Apenas talvez

Jose Sarney disse...

O PSD estará em Belém, a partir de 9 de Março!

O resto é paisagem!

Depois, preparar-se-á com calma, o Borges.....para substituir o Engenheiro de "obras feitas"!

O Bom Selvagem disse...

«deitou a cabeça de fora do sarcófago»...

:))))))

cócó disse...

Lufada de ar fresco vai ser a "saída do sarcófago" do ex-deputado do PSD Vasco Pulido Valente!

Então sim, veremos verdadeira qualidade na política!

(como já aconteceu no passado...)

Anónimo disse...

Sabem por que acredito no Cavaco? É um homem sério. E competente numa área muito importante para este país endividado, já que quem paga os desgovernos somos sempre nós. E o nosso gasta sem pudor e saca-nos sem vergonha.
Que tem que comesse com a boca aberta? Pelo menos comia pelo buraco certo!