sábado, fevereiro 18, 2006

CALADINHO

Os comentários, anónimos ou não, deixam pouca margem para dúvidas: sossegado e caladinho é como o CDS deve estar. O “défice de oposição” é um exclusivo do PSD que Marques Mendes tem que saber compensar com congressos, alterações de estatutos e eleições directas para a liderança do partido. O CDS, aparentemente, não entra nessas andanças: tem um presidente estimável que só não aparece porque não gosta de alaridos e de populismos fáceis. A moderação e a respectiva seriedade implicam uma dose grandiosa de invisibilidade. Conferências de imprensa, à meia-noite, com meia dúzia de jornalistas ensonados? Fazem parte da vida de um euro-deputado. Bruxelas ocupa-lhe a semana e o dia; Lisboa só às quintas-feiras, à hora de jantar, para reunir com os seus pares e fazer a uma comunicação ao país, de importância relativa, pela calada da noite. O partido é pequeno, basta-lhe uma liderança em part-time. Para todos os efeitos, o CDS só quer chegar ao governo em 2009, patrocinado pelo novo Presidente da República que, caladinho, ajudou a eleger. Criticar este feliz estado de coisas é pedir chinfrim, enviar recados, abrir o caminho a Paulo Portas e à sua insuportável visibilidade. O CDS deve continuar caladinho. E invisível, como de depreende. Paz à sua alma! É o que ocorre dizer.
ccs

40 comentários:

piscoiso disse...

A minha tia Dorotea é do CDS porque Freitas do Amaral, nos fins da década de 70, lhe deu um cartaz com a sua, dele, fotografia. Desde então, tem o "poster" colado na parede em frente da máquina de costura.

Mª Lurdes Delgado disse...

Então os senhores congressistas quando, depois daquele discurso arrebatador {contaram-me depois, porque estava longe e aí desligo}, foram a correr meter o papelinho na urna sem meditarem um pouco? Não poderiam ter dito que sim senhor, nós estamos encantados e até o queremos, mas só se o senhor deixar o PE e vier dirigir-nos in loco? Ou os senhores congressistas do CDS-PP acham que a única forma autêntica de aplauso para uma bela peça de oratória é depois das palmas a inevitável eleição?
Se isto é assim mal vão os congressos do CDS-PP. Nos do PSD, que me lembre aqueles arrebatamentos discursivos do Pedro, levavam a sala ao rubro, mas acho, que nunca se lembraram de continuar os aplausos na urna dos votos.

CunhaF disse...

Esta gaja (ccs) é mesmo do mais insuportável que o pior da TVI tem por lá.

Mª Lurdes delgado disse...

Eu é que começo a achar isto INSUPORTÁVEL!

ccs disse...

mª lurdes, se quer saber também eu. começo a ficar farta de anónimos idiotas que não sabem se não insultar a coberto do anonimato. tenho resistido a acabar com a caixa de comentários aberta a todos os que querem manifestar a sua opinião. mas começo a ter dúvidas...Não sei se esses idiotas que andam por aí não têm como objectivo isso mesmo.

ccs disse...

senão e não se não

Anónimo disse...

Caro Piscoiso
Suponho que a sua estimável tia vote agora no PS e seja uma defensora intransigente do Islão.

Tetley

Roteia disse...

CCS: Por favor não desista da caixa de comentários. É esta mesma caixa que dá sentido à blogosfera. Os idiotas nunca fazem sentido em parte nenhuma mas estão em toda a parte. Como alguém disse "sobre a idiotice só posso dizer que me fascina" (Roland Barthes).

Vinha eu aqui dizer-lhe(respeitosamente como é meu dever) que antes da eleição de Cavaco, já suspeitava que o terreno que lhe é próximo iria começar a secar, começando na Direita que o apoiou.
A seguir secará a esquerda que já vai bem encaminhada, e depois o país inteiro que tem fraca memória. Quando todos percebermos o desastre creio que já será tarde demais.

P.S. Ainda que por vezes discorde das suas posições, considero que os textos que escreve são sérios, brilhantes e fazem falta ao país. Permita-me que de vez em quando lhe escreva umas notas de discordância, ou ao contrário.

Saudações ultraperiféricas.

Anónimo disse...

"CCS: Por favor não desista da caixa de comentários"

Ainda por cima há por aí uns idiotas que dizem o que pensam, os malandros!

Ora a caixa de comentários só está aberta para os amigos que concordam connosco!

Já a minha tia de Cascais me dizia que quem diz mal de nós só pode mesmo ser idiota.

Mª Lurdes Delgado disse...

Drª Constança Cunha e Sá,
Desculpe escrever-lhe desta forma, mas não conheço outra. Claro que poderia endereçar para a TVI e ser-lhe-ia entregue. Mas do meu ponto de vista isso seria misturar alhos com bugalhos e não acho ético.
Eu estou-lhe muito grata e ao Dr. Vasco Pulido Valente, por me terem deixado participar e estrear neste espaço. Comecei só a ler os post e só pensei que era uma pena a senhora não ter tido esta magnífica ideia no tempo do Pedro. Seria delirante. Como sei que às vezes tem a paciência de ler as minhas baboseiras, sabe o que eu penso do dito Pedro e eu escrevo sempre o que penso. Claro que eu não usufruiria das vossas reflexões a não ser quando uma ou outra vez os de cá de casa mas mostrassem. Mas mesmo assim tenho pena. Outros usufruiriam.
Já depois de eu andar divertidíssima por aqui, o tal pobre que me atura, chamou-me a atenção para algumas coisas que se passam no éter, como por exemplo os nomes poderem ser falsos, na minha candura achava que se havia nome era verdadeiro como o meu, aparecerem miúdos ou graúdos que a única coisa que conheciam era o palavrão, a provocação e o insulto gratuitos e ser cuidadosa, uma vez que usava o meu nome {não recorri ao petit nom familiar que tenho, porque receei ser catalogada como tia sem miolos} porque anda muito tarado vagueando por aí. Eu que não vivo obcecada com assaltos, nem assédios continuei, está claro com a mesma leveza. O tal pobre que me atura, cujo nome omito, porque isto quem quer lê, achou que era uma certa coragem os senhores terem a caixa de comentários tão aberta. Desconheço se há meio termo. Mas raciocinou alto que os idiotas se não tivessem troco desandariam. Eu lamento não por mim, mas pelos senhores o que de inacreditável aqui vai aparecendo, embora como talvez já tenha adivinhado, não me surpreenda totalmente, visto não ter grande opinião sobre nós.
Se fecharem os comentários eu gostaria de antes que isso aconteça, agradecer ter andado por aqui e se tiver abusado da vossa paciência pedir desculpa.
Cumprimentos, .

sniper disse...

Estas coisas a que chamam blogs, é para quem tenha nervos de aço e não seja impressionável. Se a CCS tem, acho melhor desistir, ou então ligue à terra, e elimine os comentários que usem uma linguagem declaradamente pouco própria, e não responda a recados e provocações. A caixa é para os comentadores, não para os postadores. Penso que já sabia o "preço que iria pagar" ao optar por esta fórmula, e como é óbvio, o que vem aqui escrito incomoda muita gente, que também tudo fará para que aconteça o mesmo que ao " Bicho Carpinteiro ". Digo-lhe que seria lamentável a eliminação da caixa de comentários, tornando isto num misto de painel informativo, com recepção de e-mails. Era terrivelmente amorfo. Faça os estatutos do " O Espectro ", onde claramente define as regras do jogo. Curtos e claros, onde diz sem ambiguidades o seu projecto. O resto é como o mercado aberto; auto regula-se. O " O Espectro " é um bom blog. Tenho pena que acabe.

Mª Lurdes Delgado disse...

Caro Sniper,
Grata pelo seu comentário. Só é pena eu nunca ter tido e nunca vir a ter nervos de aço. Se desaparecer é, porque os nervos quebraram.
Sempre, mas sempre cordialmente

crack disse...

Caros CCS e VPV
O vosso blogue é ujm excelente blogue, imperdível. Se o é pela acutilância, oportunidade e qualidade dos vossos posts, é-o, também, porque se tornou um espaço aberto de comentários, não limitado à censura prévia como os daqueles que se dão ao luxo de publicarem os emails, filtrados, dos seus pseudo-correspondentes, ou um blogue simplesmente mudo, como aqueles que nem têm comentários, nem se dão ao trabalho de reagirem ao conforto da correspondência por mail (e será que esta existe, de facto?). Claro que é preciso ter estômago, para aguentar todos os que ofendem e insultam, ou simplesmente mandam recados, mas esse é, também, o preço a pagar por serem CCS e VPV quem são, como são, e a fazerem o que fazem, ao darem um contributo, valioso, para a construção de uma blogosfera portuguesa, interveniente e influente (é impossível não terem já percebido a força que adquiriram em tão pouco tempo).
Espero, francamente, que não fechem a caixa de comentários, acabando vencidos pela cáfila de hooligans (alguns são bem conhecidos blogueiros, vossos "concorrentes")que apenas pretende isso mesmo. Lamento se entendem que, por ter esta opinião,dou menor importância aos vossos textos, pois tal nunca poderia ser o caso. Acontece que se prosseguirem, imperturbavelmente, isso dá bem a medida da diferença que representam, o que faz falta, nestes tempos de comodismo cultural, amorfo e parelisante.

ccs disse...

sniper, não está em causa o espectro acabar. no resto, acho que tem razão.e deixou uma boa ideia

crack, muito obrigada

sniper disse...

Cara CCS,
Obrigado pelas suas palavras, e pela sua coragem. A CCS e o VPV é que são as figuras públicas. Nós não.É preciso também não esquecer isto, também. A diferença é algo que custa muito caro, mas é infinitamente mais gratificante para quem a defende e pratica. Os adversários com valor apreciam, e vão estimular essa diferença com respeito.
Força.

Anónimo disse...

Falando sobre o texto em questão, "CALADINHO" , CCS faz uma afirmação com bastante sentido: "basta-lhe uma liderança em part-time"(Ribeiro e Castro).

Está na altura do CDS dar outro dinamismo à sua direcção, ou então, arrisca-se a desaparecer.

formol disse...

--------- RIP -----------

---- CDS (1974-2006) -----

-- Aqui jaz um Partido ---
---- Que não aguentou ----
------ O Liberalismo -----
-- E as Leis do Mercado --

zazie disse...

caríssimos,

como já cá ando há uns bons anos e gosto muito dos autores do Espectro, deixo aqui uma breve opinião.

Estômago e nervos de aço à parte, os comentários também só fazem sentido se os comentadores não forem calados pelo excesso de ruído.
No BdE, Barnabé, Blasfémias a coisa tornou-se de tal modo insuportável que pura e simplesmente deixou de ser possível um bom debate.

Para não fecharem as caixinhas, alguns blogues optaram por moderarem os comentários. A coisa tem resultado às mil maravilhas no Dragoscópio, por exemplo.
Até é por esse motivo que aparecem aqui alguns "fantasmas" que lá já não podem entrar.

Não sei se não seria má ideia. Pelo que tenho observado a tendência para a anormalidade nunca diminui. Antes pelo contrário, contagia-se.

zazie disse...

eu própria já tenho dado provas do contágio com alguns ataques de misantropia.
Só de pensar que ainda por cima respiram e ocupam espaço...

zazie disse...

dou outro exemplo de um excelente blogue que também se viu obrigado a acabar com os comentários: o Memória Inventada. O Vasco que também já cá anda há muito, às tantas disse que assim não fazia sentido. Ter um blogue para se incomodar com o lixo que por lá deixavam não fazia sentido. E fechou-os. Tem sido essse o caminho dos que de início até defendiam a importância desta inter-actividade.

Por mim penso que a alternativa da filtragem é a melhor.

José Ferreira disse...

Maria de Lurdes.
Não desista.
Escreva o que acha que tem de escrever em consciência.
Faça é uma coisa: Não se lamente por a insultarem nem responda.
É um conselho.
É geral. É a geração rásca.
--------
Constança.
É muito dura, muito dura esta posta.

Anónimo disse...

Partilho da opinião de Carlos Magno nesse sentido. Penso que é positivo um Partido ter como Presidente um euro-deputado, o que acaba por ser reflexo da europeização. O PE vai ter cada vez mais importância, e chegará a ultrapassar os Parlamentos estaduais em Poder, pelo que ter o seu Presidente como deputado ao PE é uma mais-valia para o CDS, considerando é claro, que o mero jogo político é inferior ao que realmente interessa, que é governar, legislar, cumprir.
P.L.

Anónimo disse...

Referia-me, é claro, ao post e não aos comentários.
Quanto a isso, os comentários, acho que a democracia é mesmo isso, deixar que nos critiquem, desde que não nos ofendam. Caso isso seja feito, penso que tem todo o direito de retirar os comments que a insultarem. Eu, que escrevo sempre anónimo, apenas porque pretendo privacidade - aliás penso que CCS sabe quem sou -, nunca a insultei e não acho que deva proibir os anónimos. Apenas bloqueie os comments que, como já disse, a insultem. Este espaço é feito para o debate de ideias, e é muito feia a utilização de palavras indignas.
Quanto a responder aos comments, penso que pode e deve pois isso dá uma imagem de interactividade e acessibilidade que funciona muito bem no blog; os insultos, penso que deve ignorar ao escrever os seus comments. Não lhes dirija a palavra nem fale deles, não o merecem.
P.L.

Mª Lurdes Delgado disse...

Caro José Ferreira
Obrigada.
Mas não concordo consigo sobre a "geração rasca". Eu tenho cá em casa dois exemplares da "geração rasca" catalogadas na época pelo VJS. Não são "isto". Não usam o insulto torpe, o golpe baixo, a safadeza, a calúnia, a rasteirice. Isto, a coberto do anonimato ou de uns nomes buscados ao acaso na lista telefónica, era aquilo para que alguém me alertou já tarde, e mesmo depois de alertada, eu continuei com a mesma insouciance porque fui sempre assim.
A minha "geração rasca" e o que veio a seguir, cada vez que eu fico atarantada pela crapulice dizem-me: "Bem vinda ao mundo real! Saíste da redoma." E eu volto inevitavelmente à redoma.
Como por aqui se faz gosto em fazer citações, às vezes só para mostrar erudição eu cito o Sartre: O inferno são os outros.
Cordialmente e mais uma vez grata,
Maria de Lurdes

Mª Lurdes Delgado disse...

eu sou parvinha mas não sou anónima. No meu bairro toda a gente me conhece

Mª Lurdes Delgado disse...

Esta escapou-me e felizmente que o que me atura não sabe mexer no computador. Como diria o Sartre, o inferno são os outros

Cordialmente e mais uma vez grata,
Maria de Lurdes

Porto, 18 de Fevereiro de 2006

Mª Lurdes Delgado disse...

Como é mais que evidente os dois últimos comentários não são da minha autoria.

Mª Lurdes Delgado disse...

Bastava o estilo para se notar. Eu não sou anónima, assumo sempre as minhas bacoradas.

Cordialmente

Maria de Lurdes

Anónimo disse...

CCS,
Já ouviu falar nas leis do Abrupto sobre o debate na blogosfera?

Talvez valha a pena lê-las.

Anónimo disse...

Siga os conselhos da amiga Zazie. Faça como o fantástico Dragoscópio....

E, já agora, vá ver os comentários que a mesma Zazie ainda hoje deixou numa caixa de comentários do Blasfémias, num exemplo acabado do bom comentador.

Anónimo disse...

Por timidez também sou anónima, mas sei que sou correcta e bem educada, pelo menos tento sê-lo. Admiro os autores do blog e julgo merecem o respeito de todos nós ao permitirem-nos este espaço de expressão, ao darem liberdade sem restrições e ao terem a estaleca que demonstram ter para não fecharem a caixa de comentários a tanto insulto que às vezes por aqui passa. É o que acontece com pessoas bem educadas. Aliás, sempre disse aos meus filhos (também tenho 3 dessa tal geração rasca que a eles não se aplica) que aquilo que hoje distingue as pessoas é exactamente a educação. A tudo o mais todos poderão ter acesso. Educação, educaçãozinha, só alguns, daí haver de facto uma geração rasquita, como sempre houve, infelizmente. Os meus cumprimentos.

Anti-critico do Freitas! disse...

Caros subscristores deste blog:

Nao acabem com ele!

Pessoalmente sou fa do VPV. E se da CCS nao o sou tanto ainda assim me agrada uma mulher com genica e que diz o que pensa.

E já agora que exalta os animos!

Até mesmo os que pensamos diferente, e talvez por isso mesmo gostamos deste blog.

Nao é caso para tarnsformá-lo numa caixa de amarguras pessoais.

Mas um sentimentalismo barato também nao está proibido.

E até é divertido.

Anti-critico do Freitas! disse...

E viva o CDS!

OPss...

O PP.

(O Paulo Portas, quero dizer.)

Mª Lurdes Delgado disse...

Era da chuva e do granizo. Não me "habituo".

SATANUCHO disse...

caros amigos , não acabem com isto , please. Há e sempre haverá comentadores idiotas, além de haver por ai muita gente que acha que a blogosfera tem de ser de esquerda (os coitados)

CARA MARIA DE LURDES DELGADO:
a solução para o seu problema de usurpação de identidade é facil de resolver, crie um blog, mesmo que não o venha a usar, desta maneira ficará com um nick (nome) registado e só seu , que aparece a azul (como o meu) e não pode ser copiado.E quem sabe se não ganha o gosto (vicio) pela escrita e cria mais um blog que valha a pena ler.
abraços açorianos

Mª Lurdes Delgado disse...

Como é? Eu se passar a "azul", ninguém pode escrever a azul o meu nome? Desculpe o abuso, mas isso implica mais alguma coisa que seguir as instruções e voilà?
Desculpe o abuso, mas se puder, responda-me.
Abraços "tripeiros"

Mª Lurdes Delgado disse...

Desculpe é o português. Foi da excitação.

SATANUCHO disse...

ok, vou tentar explicar mas é a ultima vez, é que estou a mudar de casa he he he e faço este post mesmo antes de desligar o pc e o embalar por 2 semanas...
ora cá vai: crie um blog, cada dono de blog tem um nome que é unico, são os nomes a azul, todos os nomes a azul são de donos de blogs ( se clicar nesses nomes, vai ter ao profile dos blogers e dai pode visitar os seus blogs, exprimente visitar o meu, claro que só lhe respondo daqui a duas semans).o nome de um bloger é como um B.I. tem um numero(nome) que é unico,só seu, por isso tente criar um, (não é lá muito facil) ou peça a alguem que a ajude, e depois deixará de ter problemas de identidade, espero ter ajudado
abraços açorianos. brevemente voltarão a ser abraços lisboetas.
ai que saudades de lisboa ai ai

Mykah disse...

Requiescat In Pace CDS-PP

Mª Lurdes Delgado disse...

Santanucho,
Já fiz o que me disse e vivo mais descansada. E principalmente com mais "chá". Quando aparecer eu dar-lhe -ei as boas vindas sob outra identidade, mas reconhecer-me-á.
Abraços "tripeiros"