domingo, janeiro 15, 2006

EPC

Ler Eduardo Prado Coelho provoca-me uma euforia enorme, seguida de perda de consciência. Na verdade, a escrita de EPC, já percebi isso há muito tempo, tem heroína. Se aquecerem com um isqueiro os livros de EPC, verificarão que eles começam a libertar vapores que podem ser aspirados através de um tubo feito com uma nota ou com papel de alumínio comprado no supermercado.
João Pedro George, Esplanar

2 comentários:

Carlos Indico disse...

A Renova com muito êxito Europeu lançou o homepaper preto: para limpar o cu, os lábios, etc.
O EPC que :
- não consegue comprar na IKEA;
- não consegue tirar o celofane de um CD;
-não consegue acertar a hora no relógio "que lhe ofereceram";
- não vai apresentar mais nenhum livro seu no D.Maria !;
conseguiu domésticamente o mesmo.Vender algo que os estúpidos pensam que se inteligeam-se, culturam-se.
EPC é um idiota esperto, com um faro notável para a "Fartura & Preguiça".
Um vencedor, sendo medíocre, esforçou-se para sair da mediocrodiade.
Venceu. A nossa reverência.

Anónimo disse...

Tenho de perguntar ao J.P.George como consegue a fase de euforia. Eu fico-me logo pela perda de consciência.


esteves-sem-metafísica