sábado, janeiro 28, 2006

Baixas

Ontem, Manuel Alegre "meteu" baixa na Assembleia da República e faltou ao debate mensal. Hoje, o mesmo Manuel Alegre reuniu com as estruturas da sua candidatura e anunciou a criação de um movimento de cidadãos para debater os grandes temas nacionais. É o que se chama uma baixa selectiva. Própria de um bom cidadão!
ccs

17 comentários:

Devaneios Desintéricos disse...

De facto, também estranhei e muito tal baixa. Ainda mais indignado fiquei quando me pareceu ouvir, penso que na SIC, que a dita baixa seria de 15 dias. A ser assim, é muito lamentável e como exemplo de ética para o tal "Movimento de Cidadania" que agora almeja, deixa algo a desejar.

Cumprimentos

Musicologo disse...

A primeira a avançar com esta ideia foi Manuela Magno mal a sua candidatura à presidência da república falhou como se pode ver no seu blog www.manuelamagno.blogspot.com ,resta saber em Portugal, quanto "espaço" haverá para "movimentos de cidadania"...

Anónimo disse...

Baixa para descansar?
Um cidadão "normal" mete férias (se puder, sem prejuízo de serviço) ou aguenta fininho.
O pastor dum grupo de cidadania mete baixa (que médico? que diagnóstico?).
É no entanto verdade que isso tem na prática pouca importância: quer trabalhe quer esteja de baixa, o dinheiro é sempre do meu bolso...

el guardiam disse...

Alegre é um homem que do alto da poesia quer poetizar a política...torná-la nova e livre.

Eu não sei se este blog é mesmo de CCS mas isso não é relevante.
Como penso que a blogosfera deve ser feita de apoios entre bloggers ofereço-me sempre para ajudar quem não tem um template personalizado.
Por isso, caso o(a) autor(a)deste blog, e mesmo que seja de facto CCS, desejar uma ajuda nesse sentido pode indicar-me por email para: carteirodacidadela@gmail.com

ccs disse...

el guardiam
muito obrigada pela sua disponibilidade. este blogue de facto está reduzido ao mínimo no seu "grafismo". pq é o máximo onde consigo chegar. talvez venha a aceitar mesmo a sua ajuda. ah, já agora, o blogue é mesmo meu - ccs.

Carlos Alberto disse...

bem diz Frei Tomás, Olha para o que te digo, e não vejas o que faço.

Um bom exemplo de defesa dos direitos de cidadania. Aliás os abusadores da segurança social, nas baixas fraudulentas, também são cidadãos.
O "engraçado" é que os papagaios dos média achem isto normal.

Carlos Indico disse...

Debates, colóquios, é o que faz falta agora! E a palavra Cidadania 10 X Parágrafo quadrado.
A Democracia continua, o 25 de Abril, a festa , pá, acabou.Aguentem-se!

Ricardo disse...

Viva,

Quanto à "baixa" esta nem merece comentários porque seriam azedos da minha parte. Quanto ao movimento espero, que para bem deste, descole de imediato de alguma figura tutelar.

migas (miguel araújo) disse...

Mas até onde irá o movimento de Manuel Alegre?!
Levará o mesmo rumo que Maria Pintassilgo e Salgado Zenha?!
Tornar-se-á numa nova ASDI?!
Num PND da esquerda?!
É que Manuel Alegre ainda não percebeu que muitos dos seus 20% dos votos são na realidade e na prática partidários. A contestação interna a Socrates - a animosidade para com Soares - a transferência de votos do BE para a sua candidatura. Só é apenas isto.
Teve o mérito de demonstrar a sua capacidade aglutinadora de uma elite cultural portuguesa, a capacidade de, em determinados momentos, a sociedade portuguesa gerar curiosidades políticas.
Mas tão só isto. Esgotou-se com o resultado das eleições.
Não me parece que haja espaço na nossa sociedade e nos nossos conceitos político/partidários espaços para novos SEDES e outros afins. A não ser que queira, claramente, continuar o confronto com o 'amigo' Mário Soares e competir com a sua fundação.
ou então, clramente, 'guerrilhas' maçónicas.
Cumprimentos

magnuspetrus disse...

Dignas de um cidadão candidato a presidente da república.

Ricardo Francisco disse...

O que intristece é a normalidade. É normal não se cumprir a lei sem consequências. Depende de quem se é. De um ponto de vista ideológico estas atitudes dizem muito. O discurso da igualdade e fraternidade como caminho para o poder autoritário.

O que incomoda mesmo é a "normalidade". Sem justiça não há democracia.

PS: Lembro a sobranceria com que Mário Soares violou a lei eleitoral. "Normal".

Ricardo Francisco disse...

Entristece onde se lê "intristece".

Sílvia disse...

Eu até já começava a desconfiar que tinha ouvido mal, porque ninguém comentava a tal baixa médica de 15 dias para descansar. Afinal, não só ouvi bem como também não sou a única indignar-me com isso.
Uma campanha eleitoral é cansativa? Acredito que sim, mas a maioria dos portugueses trabalha o ano inteiro em actividades muito mais cansativas e só pode descansar usando os dias de férias que o Código do Trabalho lhes concede. E, cá para nós, o trabalho do Dr. Manuel Alegre na AR não é assim tão cansativo!...
Quanto à luta da Constança com o template do blog, também lhe ofereço a minha ajuda. Tal como o El Guardiam, também acho que a blogosfera é uma comunidade feita de apoio entre os seus escribas. Se assim não fosse, seria uma péssima comunidade.

JG. disse...

Subscrevo!

L. Reis disse...

Bebam chablis,fumem um duro e força, muito sexo que isso passa.É só um conselho.Ficam menos irritadiços, com
o Manel.Ok?

Isabel Magalhães disse...

Esta história da 'baixa' de Manuel Alegre é um péssimo 'poema'.

xatoo disse...

Vinha respeitosamente solicitar se não se poderia trazer para aqui a Maria Filomena Mónica - para o ramalhete do BlocoCentral "descomprometido" poder ficar (quase)completo